Royalties: entenda como eles funcionam para franquias

Quem é franqueado, ou está pesquisando sobre o tema de franquias, certamente já se deparou com o termo royalties. Royalty nada mais é do que o valor pago pelo franqueado à franqueadora para que possa fazer uso da marca da empresa. Esta remuneração está, inclusive, prevista na Lei de Franquias (8.955/94) e deve ser paga conforme estabelecido pela franqueadora. A base de cálculo, valor e periodicidade de pagamento dos royalties é determinada pela franqueadora. O franqueado deve ficar atento se todas as informações relacionadas aos royalties estão detalhadas no contrato firmado com a franqueadora.

Para avaliar se os valores dos royalties estão de acordo, é necessário analisar o negócio e o mercado, além de todas as questões que envolvem o investimento e sua rentabilidade. Pensando no sucesso do negócio, é importante que o valor dos royalties não prejudique o sucesso financeiro da franquia.

Os formatos mais comuns para cobrança de royalties são:

●     Valor fixo

●     Valor mínimo ou percentual sobre o faturamento mensal

●     O maior valor entre percentual e fixo

O pagamento dos royalties é uma das vantagens de abrir uma franquia. Isso porque ao fazer uso de uma marca já existente, e forte no mercado, o franqueado já começa seu negócio com mais chances de sucesso. Além disso, o pagamento dos royalties permite à franqueadora investir mais para ter uma estrutura maior e melhor de atendimento aos seus franqueados.

Além de contar com uma marca consolidada, há outras vantagens para investir em uma franquia:

–       Apoio de uma franqueadora: o novo empreendedor já inicia seu negócio com o apoio de uma empresa maior e experiente no mercado que atua. Além disso, geralmente tem acesso à profissionais especializados em franquias que auxiliam no crescimento do negócio.

–       Modelo de negócio estruturado: no caso de uma franquia, o negócio já existe, ou seja, o modelo está formatado e o resultado positivo pode ser visto pelo sucesso da franqueadora.

–       Troca de experiências com outros franqueados: muitas franqueadoras promovem encontros periódicos entre os seus franqueados. Essa iniciativa possibilita troca de experiência e um ambiente propício para o surgimento de novas ideias sobre o negócio.

Ao cogitar abrir uma franquia, seja ela de qual segmento for, o investidor precisa analisar diversos aspectos, sempre pensando no sucesso do negócio. Contar com o apoio de uma franqueadora experiente é um excelente começo.

 

 

Julio Cesar Soares da Silva, Diretor-Presidente da Guarida Imóveis, é advogado, pós-graduado em Direito Imobiliário e em Recursos Humanos. Atua no mercado imobiliário gaúcho junto à Guarida há 41 anos na administração de condomínios, vendas e locações, atendendo cerca de 110 mil clientes, com uma equipe de 750 colaboradores, distribuídos em 19 agências  na  Capital e  Interior do Estado. Julio Cesar, também é Conselheiro Fiscal do Secovi/RS (Sindicato da Habitação). Já foi Diretor Tesoureiro, Coordenador da Comissão de Ética e atualmente exerce o cargo de Conselheiro Efetivo do CRECI (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis). Já exerceu o cargo de Vice-Presidente da Agademi (Associação Gaúcha das Empresas do Mercado Imobiliário).

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...