Crédito imobiliário cresce 12%

credito-imobiliario

Em setembro foram financiadas aquisições e construções de 50,1 mil imóveis

O volume de empréstimos para aquisição e construção de imóveis apresentou crescimento em setembro, segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). De acordo com dados da instituição, o volume somou R$ 10,3 milhões no mês, o que representa uma alta de 12% em relação a agosto deste ano, quando os empréstimos na área movimentaram R$ 9,2 milhões.

O crescimento de 12% também se repete na comparação anual, de setembro deste ano contra setembro do ano passado, quando o volume registrou R$ 9,2 milhões. Nesse sentido, o resultado mostra que foi o melhor setembro dos últimos 20 anos e, também, o quinto melhor mês da série histórica do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE).

O período acumulado do ano, que vai de janeiro a setembro, acompanha o mesmo movimento de crescimento, porém em menor escala. Nos primeiros nove meses do ano foram destinados R$ 83,1 bilhões à aquisição e construção de imóveis, montante 4,7% superior ao de igual período do ano passado. Já nos últimos 12 meses, até setembro, o volume de empréstimos imobiliários com recursos das cadernetas de poupança do SBPE alcançou R$ 112,9 bilhões, uma alta de 9,2% em relação aos 12 meses precedentes, em que foi registrado o total de R$ 103,4 bilhões.

Ainda de acordo com levantamento da Abecip, em setembro foram financiadas aquisições e construções de 50,1 mil imóveis. O número representa um crescimento de 13,8% na comparação mensal, relação com agosto deste ano, e uma alta de 13,3% na comparação anual, em relação a setembro do ano passado. Entre janeiro e setembro deste ano, foram financiados 401,1 mil imóveis, volume 3,6% maior a igual período de 2013. Já nos últimos 12 meses foram financiados 543,7 mil imóveis, alta de 7%, diante das 508,1 mil unidades contratadas nos 12 meses anteriores.

As cadernetas de poupança, por sua vez, mantiveram a captação líquida positiva. Em setembro, apenas na poupança SBPE, os depósitos superaram os saques em R$ 1,69 bilhão. No período acumulado do ano, os ingressos líquidos somaram R$ 13,8 bilhões. Já o saldo dos depósitos de poupança nos agentes financeiros do SBPE foi de R$ 504 bilhões no mês, elevação de 14% em comparação ao ano passado.

Fonte: Corretor Destaque

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...