Transferência de dívida: uma questão de barganha

Ingrid

Em prática desde o ano de 2006, a transferência de operações financeiras a outros bancos ganhou novas regras em 2014. A portabilidade deixou de ser cobrada pelos agentes financeiros, ou seja, bancos não puderam mais impor a cobrança de taxas para a migração.

Com a portabilidade, a disputa das instituições passou a ser acirrada, ganhando o consumidor, que tende a pagar menos juros e ter mais vantagens. Contratos de longo prazo passaram, então, a ser almejados pelos bancos, como no caso de financiamentos habitacionais, e os juros, por sua vez, diminuíram.

As ofertas de novas instituições passaram a ter prazo para serem cobertas pelas antigas, e com isso o poder de barganha do consumidor cresceu. As regras avançam a cada dia; porém importante se faz a análise não apenas dos juros, que pode não ser de fato o mais atraente, mas de todas as tarifas cobradas.

tranferencia-divida-credito-imobiliarioNo caso do crédito imobiliário, o prazo e valores a serem pagos, por exemplo, permanecem os mesmos. A incidência de juros e o custo efetivo total da contratação é que variam a cada instituição bancária. Ainda, o uso do FGTS, nestes casos, também entrou na regra, igualmente podendo ser transferido para outra instituição financeira.

Trata-se de uma questão de pesquisa e barganha com os bancos, onde ganha o que oferece as melhores condições. Neste caso, levar em conta o prazo de pagamento e a forma de amortização da dívida é fundamental.

Segundo especialistas, a amortização pela Tabela SAC – onde as parcelas iniciais são mais altas e ao longo do tempo vão diminuindo – é atualmente o mais vantajoso, mas as regras de mercado mudam constantemente e devemos estar atentos.

Em todos os casos, o segundo banco escolhido liquida a operação existente com a primeira instituição, e cria uma dívida nova, embasada nos parâmetros da renegociação, tudo de forma eletrônica, visando segurança e agilidade.

Ingrid Nedel Spohr Schmitt
OAB/RS 68.625
Área Empresarial da Scalzilli.fmv Advogados & Associados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...